Clinicamente morto, 45 minutos sem pulsação. Mas o filho rezou – e ele acordou - Notícias - Home

Uma história ocorrida há três anos continua impactando as pessoas ligadas a Tony Yahle, mecânico que mora em West Carrollton, Ohio, nos Estados Unidos. Tony tinha 37 anos de idade na época dos fatos, em agosto de 2013.
Casado e pai de dois filhos, Tony tem falado abertamente em milagredepois de um ataque cardíaco que havia levado os médicos a declará-lomorto após nada menos que 45 minutos sem batimentos cardíacos.
Um dos médicos, Dr. Raja Nazir, é enfático ao confirmar o relato de Tony: “Em 20 anos como médico, eu nunca tinha visto ninguém ‘voltar’ depois de ser declarado morto”.

Para a família Yahle, foi a oração do filho Lawrence, hoje com 21 anos, que obteve o milagre. Ao lado do pai, a quem julgava morto, ele rezou a Deus em voz baixa e disse ao pai: “Papai, hoje não é o seu dia de morrer, por favor!“.
Lawrence já estava se levantando da cabeceira do leito do pai para ficar ao lado da mãe e da irmã quando os sinais vitais ressurgiram no monitor. Os médicos não souberam, e até hoje não sabem, explicar o que aconteceu com Tony.


Fonte: http://pt.aleteia.org/2016/07/20/clinicamente-morto-45-minutos-sem-pulsacao-mas-o-filho-rezou-e-ele-acordou/?utm_campaign=NL_pt&utm_source=daily_newsletter&utm_medium=mail&utm_content=NL_pt

Clinicamente morto, 45 minutos sem pulsação. Mas o filho rezou – e ele acordou

Clinicamente morto, 45 minutos sem pulsação. Mas o filho rezou – e ele acordou

Compartilhe com seus amigos e familiares: